de Giuseppe Verdi, 1851
Ano
2014
Local
Grande Teatro Palácio das Artes
Regencia
Marcelo Ramos
Direção
André Heller Lopes
Cenografia
Renato Theobaldo
Figurino
Sofia di Nunzio
Iluminação
Fábio Retti

 

Toda a ação ocorre em um circo abandonado, onde a entourage do Duque faz sua corte. Como uma versão às avessas de A Bela e a Fera − agora sob a ótica do pai, um monstro que precipita a tragédia ao preservar a bela da fera. A lona do circo acompanha todo o espetáculo como um firmamento opressivo, a superproteção de Gilda por seu pai Rigoletto.