de Francesco Cilea, 1902
Ano
2016
Local
Theatro São Pedro
Regencia
Luiz Fernando Malheiro e Flávio Lago
Direção
André Heller Lopes
Cenografia
Renato Theobaldo e Roberto Rolnik
Figurino
Namatame
Iluminação
Fábio Retti

 

O primeiro ato dessa ópera se desenrola no backstage de um teatro, de onde os artistas, que se preparam para entrar em cena, conseguem ver o espetáculo que ocorre logo ao lado. O cenário é composto de centenas de colunas de três faces e, a cada ato, esses painéis giram como um relógio e uma face nova é revelada ao público. O espaço entre as colunas permitia que a luz vazasse por todo o cenário, criando uma densidade mais etérea no palco.