de Edmundo Villani-Côrtes, 2007
Ano
2007
Local
Teatro Amazonas, XI FAO
Regência
Marcelo de Jesus
Direção
Francisco Frias
Direção de Arte
Renato Theobaldo
Cenografia
Roberto Rolnik Cardoso
Figurino
Edson Braga
Iluminação
Caetano Vilela

 
 

Esta ópera inédita narra histórias de cosmogonias indígenas e se desenvolve
numa sucessão de ambientes míticos. Foi interessante configurar estes
espaços de ação sem referências de outras montagens ou mesmo de
indicações que normalmente existem nos libretos.